Estudo reforça a importância da vitamina D

Um estudo da Universidade de Oxford (www.ox.ac.uk) , no Reino Unido, mostra que a vitamina D influencia diretamente mais de 200 genes. Segundo os pesquisadores, a carência dessa vitamina aumenta os riscos de desenvolver muitas doenças.
Através de seqüenciamento genético, eles criaram um mapa das ligações dos receptores de vitamina D em todo o genoma humano. O receptor é uma proteína ativada pela própria vitamina que, por sua vez, liga-se ao DNA e influencia as proteínas feitas a partir do código genético.
Foram identificados 2,776 mil pontos de ligação para o receptor, concentrados próximos a genes que estão associados à suscetibilidade a problemas no sistema imunológico. Além disso, os pesquisadores descobriram que a vitamina tem grande influência na atividade de 229 genes, entre eles os que estão relacionados à esclerose múltipla, diabetes tipo 1 e doença de Crohn, que afeta o intestino.
“Suplementos de vitamina D para grávidas e recém-nascidos são importantes para que as crianças tenham um crescimento saudável”, afirma o autor principal do estudo Sreeram Ramagopalan, de Oxford.
Segundo a equipe, estima-se que existem 1 bilhão de pessoas no mundo com carência de vitamina D, provocada por exposição insuficiente ao sol ou alimentação pobre em nutrientes.
O artigo A Chip-seq defined genowide map of vitamin D receptor binding: associations with disease an evolution foi publicado na edição on line de 23 de agosto de 2010 da revista Genome Research.
Fonte: Agência Fapesp, publicada na revista Medicina Laboratorial, Ed 16, setembro de 2010.